Posts Tagged ‘Mundo Sebo

17
nov
08

bachianas brasileiras no alt

Hoje  quase se tornou um feriado absoluto para a redação do ALT. Estamos recuperados do fim de semana divertido e cansativo, voltamos prontos para mais uma semana de trabalho. Na edição de ontem, como já anunciamos cansativamente, vocês encontrarão na matéria principal uma elucidação sobre o acordo ortográfico. Para aqueles que ainda mantém dúvidas sobre o assunto a reportagem assinada produzida pela Julliane traz esclarecimentos concretos e práticos sobre o tema. No disco compacto a banda Supreme Beings of Leisure foi o mote da discussão que eu o Anderson levantamos. Na página oito Mariana Lioto escreveu uma matéria sobre restauração de livros. Na página de literatura, a três, uma crítica literária minha sobre o livro Cães da Província do escritor gaúcho Assis Brasil e o conto Sete palmos, algumas pás de terra e nada mais te assola da formanda em jornalismo da Unipar, Bruna Hissae. Na segunda página o Mundo Sebo assinado pelo Anderson e o Emblogado pela Julliane. Por fim, na página sete, o escritor Alceu Sperança contribuiu com um texto sobre cinema em Cascavel. Para quem ainda (diga-se de passagem) não leu ontem poderá conferir tudo isso na quarta-feira quando disponibilizaremos aqui no blogue.

PS: Na seção de edições anteriores os arquivos das edições 37 e 38 estavam apresentando problemas, já está resolvido e podem ser baixadas sem mais delongas.

Hoje, 17 de novembro, faz 49 anos que Heitor Villa-lobos, compositor e músico brasileiro, faleceu. Villa-lobos é o grande nome da música clássica brasileira e para não passar em branco esta data, o blogue do ALT oferece um vídeo (acima) sobre as Bachianas Brasileiras.

O ciclo de obras mais conhecido de Villa-Lobos é este, escritas entre 1930 e 1945, no qual o compositor intencionou construir uma versão nacional dos Concertos de Brandemburgo, usando ritmos ou formas musicais de várias regiões do Brasil.

Todos os movimentos das Bachianas, inclusive, receberam dois títulos: um bachiano, outro brasileiro. São trechos famosos de Bachianas a Tocata (O Trenzinho do Caipira), quarto movimento das Bachianas n.º 2; a Ária (Cantilena), que abre as de n.º 5; o Coral (O Canto do Sertão) e a Dança (Miudinho), ambos nas Bachianas n.º 4. No vídeo, a execução é de Carlos Venturelli no bandolin.

23
ago
08

orgânico

Saudações, meus caros. Notícias do fronte.

Sábado. 4h54. Fechamento.

Bom, mais uma vez entramos na madrugada de sábado para fechar o ALT desta semana. Desta vez as coisas foram difíceis mesmo, pois a matéria principal só pôde ser apurada na quinta-feira à noite e escrita na sexta, considerando que preenche a capa e as duas páginas centrais, dá para se ter uma idéia do trabalho que deu.

E gostamos (muito) do resultado que, aliás, você confere amanhã, na Gazeta do Paraná. Não deixe de ir à banca.

Lembrando que tem ainda dois artigos muito interessantes dos professores e pesquisadores José Ames e Claudinei Freitas da Silva, ambos da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná). Ames fala sobre o filósofo Marsílio de Pádua, e Freitas sobre a situação da Unioeste.

A Socióloga Laysmara Carneiro Edoardo assina o texto sobre o filme Gêmeos – Mórbida Semelhança, de David Cronenberg. O Mundo Sebo traz clássicos e o Emblogado reverbera anos 80. No Disco Compacto o álbum da vez é Quero voltar pra Bahia, de Paulo Diniz. A crítica literária é de Oniodi Gregolin sobre o livro Canoas e Marolas, de João Gilberto Noll. E o jornalista, músico e escritor Rafael Barzotto é quem assina o conto Raoul Duke ou William Faulkner?.

Esperamos que gostem da edição.

Um grande abraço a todos

Equipe ALT

07
ago
08

ALTicisses e os velhos novos hábitos

Saudações, meus caros. Notícias do fronte.

Quinta-feira. primeiro post.

Hoje é dia de falar da próxima edição do ALT. Tendo por base a pesquisa e a exposição do artista plástico e professor de arte e filosofia Luiz Carlos, profissionais da dança, do cinema, do teatro, da sociologia e do jornalismo falam sobre os Heróis da Nossa Gente, os ícones da massa.

O jornalista Claudemir Hauptmann discute o jornalismo a partir de uma relação muito interessante com a música. Da mesma forma que a partitura não é a música, mas a representação dela, o produto jornalístico não é o fato, mas também uma representação, um intermediário. E por aí vai. Vale a pena ler.

O alvo desta semana no Disco Compacto é um dos álbuns do Noisettes, banda indicada pelo designer gráfico Rafael Spoladore. Caio Arias também colabora com a crítica literária sobre Psychopathia Sexualis (1886), do dr. Kraft-Ebing. De Chapecó (SC), Adriano Piekas colabora com o conto Deus quis assim (velhas carolas II). O Mundo Sebo e o Emblogado marcam presença.

O primeiro video de hoje é o 3º lugar do juri popular no Rio de Janeiro no Animamundi 2006. “Uma montanha russa diferente”, na descrição que o acompanha no YouTube; “a nossa vida”, pelos dizeres do nosso diagramador, ilustrador e estrategista do caos Jeferson Richetti. E vocês, o que acham?

***
07/8
Lanterna Mágica, primeiro jornal de caricaturas; lançamento em 1844;
– Stanislawski, Constatin, teórico e diretor de teatro russo; morte, em 1938;
– Caetano Veloso, cantor e compositor; nasicmento, em 1942;
– Oliver Hardy, ator norte-americano; morte, em 1957;
– Orlando Silva, o “Cantor das Multidões”; morte, em 1978.

***

Até mais.

ALT

31
jul
08

o dia depois de depois de amanhã

Saudações, ALTianos e ALTianas. Notícias do fronte.

Quinta-feira. Segundo post.

Este bendito dia que é quinta-feira é também a hora de comentarmos a próxima edição. Por sinal, a primeira de agosto, já que hoje é o último dia do primeiro mês da segunda metade do ano, right?

Certo. Divagações à parte, os assuntos são os seguintes: um misto de oração e tributo ao Grateful Dead, por o Sr. Prof. Dr. Silvio Ricardo Demétrio; uma matéria sobre a Academia Literária Luís Vaz de Camões; escritos do presidente da Academia Cascavelense de Letras, Antonio de Jesus; uma discussão interessante sobre a prosa do romantismo, pelo crítico literário e jornalista Emanuel de Campos; análises muito embasadas sobre o CD do Violent Femmes, indicado por Vander Colombo; a discussão intelectualmente estimulante deste cineasta e da socióloga Laysmara Carneiro Edoardo sobre o filme Café-da-manhã em Plutão. Mundo Sebo e Emblogado estão firmes e fortes.

É isso.

Agora vamos continuar no clima surrealista que nos cerca. Afinal, os relógios derreteram e já deve passar do meio-dia.

Hasta.

ALT.




Feed do ALT

Twitter

Pub


Outra Pauta


Firefox 3