Arquivo para março \31\UTC 2009

31
mar
09

No Dia da mentira: a imprensa na Justiça

por Nelson Varón Cadena

A Justiça escreve certo por linhas tortas. Nenhuma outra data teria sido mais apropriada para o julgamento da Lei de Imprensa e do Decreto que garante a obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão de jornalista, do que quarta-feira próxima, 1º de abril, que vêm a ser o Dia da Mentira. Sem dúvida uma grande coincidência que a pauta do STF tenha contemplado a referida data, e se acreditarmos que isso não foi proposital e não deve ter sido, assimilemos-lhe a simbologia, quarta-feira a justiça decidir a validade de uma legislação de mentirinha; a primeira revogada na prática pela Constituição de 1988, a segunda marcada pela pecha de não ter sido sancionada pelo Congresso, ou pelo Presidente da República.

(…)

O desfecho da história

Qualquer que seja o desfecho em torno das duas questões postas pelo PDT e Ministério Público, respectivamente, através de interpelação ao STF, quarta feira próxima, fica para nós a lição da história. Construímos em torno da ilegalidade argumentos em defesa do diploma, empurramos com a barriga a questão, perdemos quarenta anos, ou vinte e quatro a contar da democratização do país, em lobbys e firulas.

Poderíamos ter feito um Projeto de Lei em torno da questão e legitimá-lo no Congresso com a posterior sanção do Presidente da República, mas preferimos regar a árvore, nascida da semente plantada num canteiro de exceção do arbítrio. Hoje olhamos dentro para constatar o obvio: o cupim deu conta dela.

Complementando o assunto, acima um vídeo do programa Rede Mídia sobre a obrigatoriedade do diploma. O objetivo do programa Rede Mídia é ser um fórum de debates sobre todas as nuances e formatos da comunicação. O programa é semanal, com duração de 30 minutos, ancorado pelo jornalista José Eduardo Gonçalves, e com a participação de convidados a cada edição. Boa semana, Oniodi.

30
mar
09

Avisos gerais

Pessoal do teatro e do cinema

A Secretaria da Cultura de Cascavel convida os artistas da área de Teatro para participar de uma reunião amanhã (31), às 17 horas, na qual serão debatidos temas e colhidas sugestões referentes ao Festival de Teatro do Município, que será realizado em outubro. Na quarta (1º), às 17 horas, é a vez dos envolvidos com produções cinematográficas apresentarem suas ideias para o Festival de Cinema, que será realizado em setembro. As reuniões serão no Centro Cultural Gilberto Mayer (Rua Duque de Caxias, 379). Todos podem participar.

Para acadêmicos de jornalismo e jornalistas

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná convoca todos os estudantes e professores da área para um ato público, amanhã (31), em defesa da formação superior específica para o exercício da profissão. Em Cascavel, será realizada panfletagem, promovida pela Diretoria Regional do Sindijor, às 11h, em frente à Catedral, na Avenida Brasil.  O Recurso Extraordinário, que questiona a constitucionalidade da exigência do diploma em Jornalismo, entrará na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 1º de abril. A apreciação deve se dar no mesmo período do julgamento da ação direta de inconstitucionalidade contra a Lei de Imprensa.

22
mar
09

Adendos | Em busca dos leitores perdidos

Matéria: Em busca dos leitores perdidos
Equipe ALT – Textos e fotos: Anderson Antikievicz Costa

1. Textos e fotos extras

Estudantes leitores

Igor A. Zonta recomenda Gabriel Garcia Marquez

Igor A. Zonta, fã de Gabriel Garcia Marquez

Everton Almeida Silva recomenda Quincas Borba

Everton A. Silva recomenda Quincas Borba

Alguns estudantes leram os clássicos por causa do vestibular e pegaram gosto pelas livros. Um deles é Igor Augusto Zonta, que depois de um ano do Curso de História, partiu para a Educação Física. “Tenho vindo diariamente a biblioteca, tanto por estudo, livros técnicos e tal, quanto por prazer, por gostar de literatura”. O gosto pelo teatro e o trabalho de ator impulsionam também na busca por novos títulos. “Passo, pelo menos, meia hora, mas não é raro eu ficar uma tarde inteira”. A frequencia de leitura ainda não é a que ele gostaria, mas é a que o tempo permite, cerca de dois livros por mês. Dos dez livros essenciais leu apenas Memórias Póstumas, conhece a história de Dom Casmurro e nunca ouviu falar de O Quinze, de Raquel de Queiros, e de Noites na Taverna, de Alvarez de Azevedo. Mas garante que lerá esses livros e ainda indica um: Dez contos peregrinos, de Gabriel Garcia Marques, que estava lendo quando foi abordado pela reportagem. “Conhece aquele filme Amor nos tempos do cólera? É inspirado em um livro dele, de mesmo nome. Tanto o livro, quanto o filme, são muito bons”.

Outro que tomou gosto pelos livros é o estudante Everton Almeida Silva, que anseia por entrar no curso de Medicina. Dos dez indicados leu quatro: Memórias Póstumas, Dom Casmurro, Ateneu e Escrava Isaura. “Ah, por causa do vestibular, mas acabei gostando e sempre que posso eu leio. As pessoas parecem ter problemas como o tipo da escrita dos livros brasileiros um pouco antigos, mas eu gosto”. Entre os preferidos estão Quincas Bórba e Ateneu.

Sobre livros verdadeiramente proibidos

A Igreja Católica até hoje tem o poder de censurar obras que não estejam ao contento da doutrina. O filme A Última Tentação de Cristo, 1988, dirigido por Martin Scorsese, por exemplo, até hoje é proibido no Chile. Entretanto, até 1966, com o então o Papa Paulo IV, era publicado o Index Librorum Prohibitorum, o Índice (ou Lista) dos Livros Proibidos.

O objetivo de tal Index era reagir contra o avanço do protestantismo, impedir a ‘contaminação’ dos países ainda ‘livres’ dos pensamentos reformistas de Lutero, das teologias desenvolvidas no século XVI na Europa Ocidental. E nesse documento listou-se os livros e até alguns dos novos testamentos da bíblia, cujos conteúdos ou interpretações, de alguma forma, se opunham a doutrina teológica cristã. E ainda havia o ‘encorajamento’ para que os autores não escrevessem livros que os fiéis pudessem ter dificuldades de entender.  Hoje você pode comprar o Index na Amazon.com por 80 dólares, ou acessar o fác-simile gratuitamente no endereço: http://www.aloha.net/~mikesch/ILP-1559.htm. Ver tabela 3.

2. Tabelas

Tab. 1 - Os 10 livros essenciais pesquisados nos sebos de Cascavel e no site da Estante VirtualTab. 2 - Livros selecionados do filme Fahrenheit 451 e pesquisados nas principais bibliotecas de CascavelTab. 3 - Alguns livros da lista de proibidos da Igreja Católica

13
mar
09

Dark friday

Olá ALTianos, como vão?

Hoje é dia de fechamento e, se tudo ocorrer como planejado, fechamos antes das 6h. SIIIIIIIIIIIM. Um milagre. Acho que é efeito da famosa sexta-feira 13. XD

As coisas por aqui estão bem tranquilas. As ilustrações das páginas estão quase prontas, a diagramação está encaminhada e os textos estão a caminho. Realmente, é a magia da sexta-feira 13 agindo em nosso favor. haeuaheuaehuae

Para comemorar, vou deixar vocês com uma animação fantástica. A idéia: ‘e se você assistisse a um filme e, a qualquer momento que você pausasse, se deparasse com uma pintura?’ Essa ideia inspirou Reza Dolatabadi a fazer Khoda. Mais de 6000 pinturas foram arduamente produzidas durante dois anos para criar o filme de aproximadamente cinco minutos. Khoda é um thriller psicológico e um projeto acadêmico que foi visto como uma ‘missão impossível’ por muita gente, mas foi provado possível.

E, de quebra, um episódio diferenciado de Happy Tree Friends chamado Ka-Pow! Operation Tiger Bomb, da Mondo Mini Shows.

Obs.: A Equipe do Gazeta ALT não faz apologia à violência. Acreditamos na coerência e retidão das pessoas e na capacidade que possuem de separar situações de entretenimento daquelas que correspondem à realidade.

Espero que gostem.

XD

Jeff

10
mar
09

Tempos Modernos

E como é simples a qualquer momento, em qualquer lugar que haja um conglomerado habitacional, sacar do bolso o celular e avisar o namorado(a) que vai se atrasar, ou à mãe que não vai para o jantar, ou para o trabalho que vai se atrasar. O simples toque de botões e o levar do objeto ao ouvido nos proporciona facilidades no dia a dia, tempos modernos. E quem imagina que para hoje termos um celular no bolso foi preciso que no século 18 Alexander Graham Bell inventasse o telefone. No dia 10 de março de 1876 Graham Bell fez a primeira chamada telefônica dizendo: “Senhor Watson, venha aqui, eu quero vê-lo”. Enquanto escrevo várias vezes o telefone tocou, nenhuma ligação era para mim, mas fazer o que. Graham Bell não tinha muitos números para discar naquele século, igualmente eu.

Nesta semana no ALT já estamos trabalhando com as pautas para domingo. O vídeo acima é uma indicação do Jeff, Dynamo. Vale a pena conferir. Boa semana a todos. Oniodi.

04
mar
09

cisnes e patos

Salve, blogueiros de plantão.

Chagamos ao meio da semana, quando o desespero começa a aparecer em nossas faces. Quando não uma pauta que não rende outra que cai. E lá se vai mais um repórter em busca de material que seja digno de estampar uma página, mas não somente isso, que desperte interesse no leitor. E nessa busca cotidiana de cavar pautas diferentes nos deparamos com intempéries pra lá de catastróficas. Como de costume sempre adiantava hoje o que estaríamos preparando para o domingo. A única coisa que posso adiantar é que teremos uma matéria especial sobre o aniversário da quase anciã boneca Barbie. O resto ainda é muito incerto. Nas edições anteriores o PDF do ALT de domingo, para quem não adquiriu nas bancas vale a pena conferir.

Em 1877 estreava no Teatro Bolshoi, em Moscou, o balé O lago dos cisnes, composto por Tchaikovsky. A estreia foi um fracasso, devido à má interpretação dos dançarinos e da orquestra, entretanto é considerado hoje o balé mais popular e mais interpretado por todo o mundo. Acima um vídeo da peça. Boa semana a todos, Oniodi.

03
mar
09

untitled

Boa-tarde ALTianos.

Boas novas aqui no blogue. Para acompanhar as mudanças gráficas que ocorreram no ALT o blogue também recebeu alguns retoques. Além da mudança no cabeçalho do blogue, agora para visualizar as tirinhas clique nelas e será direcionado para uma nova janela. O Jeff aproveitou e publicou diversas que estavam atrasadas e na seção de edições anteriores todas estão atualizadas, com exceção da última que entra na rede amanhã. Aproveito para agradecer aqui a todos que já visitaram nossa exposição no Cascavel JL Shopping e convidar a quem ainda não passou lá para visitar o mais breve possível. Nesta semana já estamos agilizando as matérias para a edição de domingo. Na indicação do vídeo uma animação de Camila Carrossini, Maria Flor, que foi selecionado para diversos festivais nacionais como o Anima Mundi. Boa semana a todos, Oniodi.




Feed do ALT

Twitter

Pub


Outra Pauta


Firefox 3