26
dez
09

Vai tarde, ano-velho

Parece que 2009, realmente, não agradou muita gente. Pelo menos foi isso que o ALT soube com as respostas à nossa pergunta de final de ano: afinal, por que 2009 tem de acabar logo?

OK, a pergunta é meio tendenciosa, mas foi justamente mesclando um pouco da zica eterna que nos ronda que encontramos vários leitores no mesmo barco furado que foi este ano.

De qualquer forma, a Ju está finalizando a matéria com as repostas selecionadas. Pensando bem, não é exatamente uma matéria, é praticamente um apelo à 2010.

– Aliás, desejamos bom retorno a Ju, que ficou uma semana longe da redação após uma queda das feias de uma escada aqui do jornal. Felizmente, nada de grave ocorreu e a moça já está novamente na ‘correria’ hehe.

Já nas páginas centrais do ALT desta semana, a segunda parte da matéria sobre o Seminário de Música ministrado pelo lendário guitarrista finlandês Timo Tolkki, ex-Stratovarius e atual Revolution Renaissance, em Toledo (PR). Ele nos concedeu uma entrevista exclusiva e ainda  fizemos um pequeno review do show.

Bom, acho que é isso.

Feliz Natal atrasado e que 2010 pisoteie esse miserável 2009.

Abraços, equipe ALT.

18
dez
09

Ano Novo

Olá, ALTianos e ALTianas

Mais uma vez solicitamos criativas inspirações de vocês.
A pergunta dessa vez não tem a ver com o Natal ou com o Papai Noel, mas com o ano de 2009.
Gostaríamos de saber o seguinte:

Por que 2009 tem que acabar logo?

Se você discorda disso, também queremos saber o motivo.
Mande um e-mail com a resposta para alt@gazetadoparana.com.br.

O resultado das respostas sai no dia 27 de dezembro, última edição do ano.
Até mais.

Obs.: Este post é fixo, as atualizações continuam normalmente logo abaixo. XD

12
dez
09

no alt 95

Saudações, ALTianos e ALTianas.

Faltam apenas cinco edições para chegarmos a centésima. E um pouco mais para completarmos dois anos de existência. Pois é, o tempo passa rápido e, sim, nem nós acreditamos que ainda estamos aqui e fizemos tanta coisa.

Bom, mas isso é conversa para as próximas semanas. Falemos da edição 95.

No alt de amanhã, uma matéria especial do nosso colaborador de Marechal Cândido Rondon, Cristiano Viteck, sobre o Dia do Marinheiro (13/12). Ele conta na reportagem como é a vida e a rotina de César Augusto Gentilini a bordo de navios de cruzeiro mais luxuosos do mundo.

Na contracapa, uma matéria para quem quer conhecer a famigerada geração beat, o movimento literário que chacoalhou as décadas de 1950 e 1960 nos Estados Unidos e que agora está sendo redescoberto pelas editoras, pela academia e, melhor, pelo público brasileiro. Um pouco de história, pequenas biografias e ainda a recomendação dos principais títulos.

A crítica musical da semana é do álbum de estreia do grupo indie londrino One eskimO. E ainda há textos sobre a computação em nuvem e a coleção Vaga-lume, além de conto e poesia.

Esperamos que gostem.

Semana que vem temos novidades e mudanças. O alt terá apenas quatro páginas por algum tempo, mas explicamos isso nos próximos dias.

Abraços

alt.

30
nov
09

estamos vivos

Sim, contra todas as expectativas, estamos vivos neste 30 de novembro.

Os prazos foram cumpridos, os trabalhos entregues, e vidas foram salvas. E depois de 17 dias longe dessa nossa extensão virtual, deixamos aqui esse sinal do retorno da vida altiana a parâmetros humanos.

As atualizações devem voltar a ser frequentes. Acompanhe pelo feed ou siga-nos pelo Twitter: @anderground; @julliane; @hiharry.

Por hora é isso.

Logo (e agora é sério) mais novidades.

Até

ALT

 

 

 

 

 

13
nov
09

It’s Okay

Enjoy!

04
nov
09

Novembro e nós

Adoraria, queridos altianos, que houvesse mais tempo.

Mas não há.

Novembro chegou, e com ele o tempo e as obrigações esbravejam feito mães doentes de raiva. Você sabe que precisa cumprir o que eles dizem, e que têm razão em dizer que não é brincadeira e que você vai ter que realizar o esperado e o prometido, mas mesmo assim as coisas não vão exatamente como deveriam ir.

Há cansaços diversos, alimentação um pouco ruim; muito sono e muitas horas sem dormir provocam um ruído fino de solidão dentro do ouvido: estamos sozinhos em nossas desrazões, incapacidades e tristezas.

Não podemos e nem queremos abandonar o ALT, e o blogue deste caderno que deixa de dormir para sair pontual aos domingos é quem paga o preço. Desleixo o nosso? Não pense assim. Só estamos passando por uma fase turbulenta que promete passar, mas não sem deixar rastros por vezes indigestos.

Novembro chega e promete um primeiro caderno gostoso. Das urgências já decididas, falaremos sobre o Google Wave (aliás, você pode nos ajudar a falar sobre ele!), sobre a música de Maria Gadú, sobre Paulo Leminski (tema de uma saga de entrevistas sobre ele que termina no próximo domingo – leia as anteriores nos PDFs aqui) e sobre outras coisas que prometem se cumprir. Prometo mais detalhes durante a semana.

Aliás, e porque novembro começou, deixo a vocês uma indicação musical a que muito nos afetuamos na última semana: Azure Ray. Entre no MySpace das moças e ouça a faixa November, que embala o que nos aflige.

Um grande beijo.

Julliane

24
out
09

amanhã no alt

Poeta com querer

Seu Onofre fez a primeira poesia aos 50 anos, mas não a colocou no papel, apenas guardou-a na memória. Nas noites sem sono, usou a lembrança das rimas para desanuviar a depressão. Pegou gosto e fez outras mais até que, 20 anos depois, aprendeu a ler e a escrever para colocar nas linhas os versos da própria história. E agora, aos 74, lança o primeiro livro, que, por ele, teria as páginas escritas a lápis, para poder apagar as palavras erradas. O ALT foi à Corbélia e visitou Seu Onofre e Dona Ana Margarida para saber mais da história contada em rimas e receber uma injeção de ânimo e superação.

Abraços, até segunda.




Feed do ALT

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Pub


Outra Pauta


Firefox 3